5 dicas de como comprar dólar mais barato

3 minutes

Comprar dólar para a sua primeira viagem internacional não é difícil como pode parecer em primeiro momento. Mas é necessário tomar precauções e se atentar à alguns fatores antes de escolher uma casa de câmbio para comprar dólar!

Escrevemos 5 dicas de como comprar dólar para aqueles que não estão familiarizados. Abaixo nós explicamos como escolher uma casa de câmbio, como comprar dólar barato, e outros fatores que devemos ter atenção antes de comprarmos dólar de alguma instituição.

1. Certifique-se da idoneidade da instituição financeira

Quando procuramos por uma alternativa mais barata, seja de um empréstimo pessoal ou moeda, podemos encontrar propostas atraentes que não condizem com a realidade. Todo cuidado é pouco no momento de escolher uma instituição financeira para comprar o dólar.

Nós recomendamos que antes mesmo de se informarem sobre o preço da moeda estrangeira, você confira se a instituição financeira é autorizada pelo Banco Central do Brasil. No próprio site do Banco Central você pode ter acesso a lista de bancos autorizados a prestarem serviços financeiros.

2. Verifique o valor do preço e taxas

Comparar os preços e taxas extras na compra de uma moeda estrangeira é essencial para comprar mais barato!

Os bancos e casas de câmbio cobram valores diferentes e incluem taxas adicionais na venda da moeda que podem pesar em seu bolso. Através do próprio site do Banco Central, você tem acesso a uma lista do Valor Efetivo Total (VET), ou seja, o custo total da compra da moeda em diferentes instituições.

Outra opção, ainda mais prática, é fazer o download do aplicativo do Banco Central. O aplicativo é chamado de “Câmbio legal”. Por meio do Câmbio legal, você pode consultar a qualquer momento, em uma interface simples e intuitiva, o VET cobrado nas instituições e fazer a conversão do real para dólar em um só clique.

O aplicativo “Câmbio legal” está disponível para sistema android e iOs.

3. Compre a moeda com meses de antecedência

Já pensou correr o risco da moeda ainda não ter caído em sua conta o dólar comprado? A antecedência é primordial para não aumentar o estresse antes da viagem, ou até mesmo para conseguir economizar mais dinheiro.

Assim como sugerimos nos tópicos anteriores, você deve comprar dólar de uma instituição confiável e com os preços menores para o seu bolso. Procurar de última hora uma casa de câmbio ou banco para comprar dólar, pode fazer com que você faça escolhas que não tenham custo-benefício para você.

Além disso, quando você compra dólar através de uma instituição financeira, a moeda pode demorar alguns dias até cair em sua conta bancária. A falta de organização pode fazer com que você fique aflito por não ter o dólar ainda em sua conta perto de sua viagem.

4. Câmbio de turismo é diferente do câmbio comercial

Uma grande confusão entre as pessoas é: a diferença de câmbio de turismo e câmbio comercial.

Durante o Jornal Nacional, por exemplo, nós vemos diariamente a notícias sobre a alta e baixa das moedas no mercado financeiro. Esses dados se referem ao câmbio comercial, ou seja, as taxas do mercado para o pagamento de exportações e importações em transações comerciais.

Já o dólar que você precisa comprar para fazer a sua viagem internacional, é o câmbio de turismo. O câmbio de turismo é o valor que as casas de câmbio cobram para vender a moeda em espécie ou enviá-la para a sua conta bancária.

O câmbio de turismo é mais “alto” do que o câmbio comercial, pois no primeiro está incluído impostos e taxas cobradas pela instituição.

5. Leve um cartão pré-pago para emergência

Estamos sempre preparados para nos divertimos durante a nossa viagem, mas, às vezes, esquecemos que imprevistos podem acontecer. O lado bom de levar a moeda estrangeira em espécie é não ser cobrado taxas bancárias, que são altas, toda vez que for sacar dinheiro. Entretanto, é recomendável sempre ter uma segunda opção.

Na Europa, por exemplo, é comum a técnica “pickpocket” em turistas desprevenidos. Basicamente, esse termo designa aquelas pessoas que furtam o dinheiro da outra sem ela sequer perceber. É possível evitar ser o alvo deles não deixando a carteira ou dinheiro visível, por exemplo, mas é bom estar prevenido no pior caso.

O cartão pré-pago, assim como o nome sugere, é um cartão com uma determinada quantia em dinheiro. A administradora do cartão oferece segurança do valor constante nele, continuando protegido em caso de perda ou furto. Além disso, o cartão pode ser recarregado independente de onde você esteja.