3 dicas para como usar o décimo terceiro salário

  • novembro 10, 2022
  • 6 minutos de leitura
  • Read Icon65 lido

Mais da metade dos brasileiros pretendem utilizar o décimo terceiro para celebrar as datas comemorativas do fim de ano. Esse dado é o resultado da pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, em parceria com a Offer Wise, sobre como os brasileiros pretendiam gastar o décimo terceiro.

Todos os trabalhadores de carteira assinada possuem direito ao recebimento de décimo terceiro, o que corresponde a 1/12 de sua remuneração. No dia 20 de dezembro, foi o último dia para os empregadores realizarem o pagamento da segunda parcela. Com esse dinheiro extra no fim de ano, muitos brasileiros se perguntam: como usar o décimo terceiro salário ?

O décimo terceiro salário pode ser usado para comprar presentes e fazer uma boa comemoração de fim de ano, assim como mais da metade dos brasileiros pretendem utilizá-lo. No entanto, o décimo terceiro também pode ser usado para saldar dívidas, fazer investimentos, iniciar uma reserva de emergência.

Sair do endividamento e ter uma segurança financeira é possível quando é estabelecido um planejamento financeiro adequado. Como o décimo terceiro é um capital extra no fim do ano, esse pode ser o seu primeiro passo rumo à uma vida financeira mais equilibrada e com maior qualidade de vida.

Fizemos uma lista de 3 dicas de como usar o décimo terceiro salário de forma inteligente:

1. Quite as suas dívidas

Não há como pensar em investir dinheiro ou poupá-lo sem antes fazer uma análise de como está a sua situação financeira atual.

Se você não está com dívidas atrasadas e está com o nome limpo, você pode seguir para outras opções. Mas, se você estiver com dívidas e saldo vermelho, priorize quitar essas dívidas.

O primeiro passo quando decidimos sair do vermelho é fazer uma lista de todas as dívidas, vencimentos e taxa de juros. No melhor cenário financeiro, o valor do décimo terceiro somado com o seu salário quitaria todas as suas dívidas. Inclusive, é uma boa opção negociar o abatimento de uma dívida à vista para conseguir abatimento no valor total.

No entanto, caso você possua múltiplas dívidas e o dinheiro não seja suficiente para quitar todas elas de uma vez, priorize as dívidas com taxa de juros mais altas. Cartão de crédito e cheque especial são conhecidos por possuírem as maiores taxas de juros do mercado.

Para aqueles que possuem um financiamento ou contrato de empréstimo, recomendamos que use o valor do décimo terceiro salário para adiantar parcelas do contrato. Além de evitar inadimplemento em um momento de crise, você conseguirá fazer um planejamento financeiro menos apertado no início do ano.

Como quitar as suas dívidas usando o décimo terceiro salário:

  • Dívidas atrasadas: utilize o dinheiro extra para sair do vermelho e pagar as dívidas que estão atrasadas e acumulando juros antes de qualquer outra coisa.
  • Dívidas com alta taxa de juros: se o dinheiro não for suficiente para quitar todas as dívidas, priorize o pagamento de cartão de crédito e crédito especial
  • Financiamento e contratos de empréstimo: faça o pagamento adiantado de parcelas com o seu décimo terceiro salário.

2. Crie uma reserva de emergência

Crises, emergências, imprevistos fazem parte da nossa vida. Um bom planejamento financeiro não negligência uma reserva financeira para esses acontecimentos. Construir a nossa reserva de emergência é primordial para garantir maior segurança financeira e evitar endividamentos futuro.

O décimo terceiro salário é uma oportunidade para você começar a criar a sua reserva de emergência. É recomendado por especialistas que a reserva de emergência seja o equivalente a 6 meses do seu custo de vida total.

Passo-a-passo para calcular a reserva de emergência.

  1. Determine o quanto você gasta por mês
  2. Identifique as despesas essenciais, como água, luz, internet, entre outras.
  3. Some o valor das despesas fixas e multiplique o montante por 6
  4. O resultado será o valor correspondente a meta da reserva de emergência

Por exemplo, se o valor do seu custo fixo mensal for de R$1,500, você multiplicará esse valor por 6. Nesse caso, a sua reserva de emergência deve ser de no mínimo nove mil reais, correspondendo a 6 meses de custos fixos.

Além disso, o valor da reserva de emergência também pode ser usado para outras ocasiões que não sejam necessariamente emergência. Vamos supor que você inespedaramente ganha a oportunidade de fazer um curso de verão em outro país. Nessa hipótese, a reserva de emergência tornaria possível você fazer a viagem sem endividamento.

Outro lado positivo da reserva de emergência é a segurança financeira para você e sua família. Saber que você possui uma quantia reservada para imprevistos diminui o estresse e pressão de ter medo do futuro por estar com o orçamento apertado.

3. Faça um investimento

Quanto antes você começar a investir, melhor para o seu bolso. Existe uma frase popular que diz: não seja escravo do dinheiro, mas faça do dinheiro seu escravo. Para concretizar essa frase, você precisa fazer o seu dinheiro trabalhar para você através do investimento.

Existem uma série de mitos sobre investimento, alguns deles são:

  • Só vale a pena investir grandes quantias de dinheiro.
  • Investimento é apenas para quem é rico.
  • Investimento não transforma ninguém em rico.
  • Não tenho muito dinheiro para investir.
  • Investir é arriscado demais.

Nenhuma das afirmações citadas acima são verdadeiras, mas muitas pessoas repetem essas crenças sobre investimento todos os dias. Atualmente, o mercado brasileiro possui diversas opções de investimento para diferentes perfis de investidores – conservador, moderado e agressivo.

A recomendação para quem está ainda aprendendo sobre investimentos e quer dar o seu primeiro passo, é que comece com investimentos de um perfil conservador. Em outras palavras, investimentos com riscos baixos e maior liquidez de renda fixa, como Tesouro Direto ou CDB.

Tesouro Direto:

Você apenas precisa de no mínimo R$30 para investir nesse ativo. O Tesouro Direto é um título emitido pelo governo federal, no qual você empresta o seu dinheiro ao governo e recebe em um determinado prazo acrescido de juros.

CDB:

Certificado de Depósito Bancário é um título emitido por bancos para captar financiamento para as suas atividades. Em outras palavras, você empresta uma quantia para os bancos, que será devolvida com os juros acordados.

O lado positivo dos investimentos de renda fixa mencionados é que ambos possuem um rendimento maior do que a conta poupança, liquidez diária, ou seja, podem ser resgatados a qualquer momento, e previsibilidade do rendimento.

Agora que você já sabe como usar o décimo terceiro salário, compartilhe conosco quais são as suas principais dificuldades na hora de investir!

Esse artigo foi útil?

Seja o primeiro a dar feedback

Advogada, especialista em gestão de negócios pela FGV. Atualmente cursando Pós Graduação em Finanças, Investimentos e Banking pela PUC.

Compartilhe em
Read Icon65 lido

Explore nossas seções