Como fazer uma planilha de gastos

2 minutos

A planilha de gastos é uma ótima ferramenta para organizar o orçamento e evitar contrair dívidas. Fazer uma planilha de gastos é primordial para quem quer mudar a sua vida financeira. Com a monitoração dos gastos, você consegue verificar quais são as suas despesas e como diminuir o gasto mensal para economizar dinheiro.

Atualmente, é possível encontrar planilhas de gastos gratuitas na internet e em aplicativos de celular para quem quer algo mais prático. Outra opção é montar a sua própria planilha de gastos e personalizar de acordo com a sua realidade. A planilha de gastos pode ser feita no Excel ou no Google Drive.

Em nosso tutorial, nós vamos demonstrar como você pode fazer a sua planilha de gastos através do Google Drive. A vantagem de elaborar a planilha de gastos por essa ferramenta é a facilidade em salvar em diferentes dispositivos e compartilhar a sua planilha.

1. Insira os meses em sua planilha de gastos

O primeiro passo é inserir os meses do ano no início da sua planilha. Há pessoas que preferem fazer planilhas de gastos diários. A única diferença seria incluir os dias da semana ao invés dos meses.

Nós recomendamos que iniciantes comecem com a planilha de gastos mensais para adquirir o hábito de monitorar os seus gastos.A planilha de gastos diários pode ser mais minuciosa nos detalhes, mas requer mais tempo e dedicação.

2. Faça uma lista das despesas ao lado esquerdo

Na coluna ao lado esquerdo você deve incluir uma lista de todas as despesas mensais de forma vertical. As despesas mensais costumam ser: conta de luz, conta de telefone, conta de celular, conta de água, condomínio, aluguel, academia, cartão de crédito, internet e TV a cabo, alimentação, gasolina, plano de saúde, lazer.

Inclua gastos que sejam compatíveis com a sua vida, ainda que não esteja em nosso exemplo. É importante que a sua planilha de gastos seja feita de forma personalizada para a sua vida financeira.

3. Inclua os valores gastos em sua planilha

Após terminar a sua planilha de gastos, basta começar a utilizar ela ao fim de todo mês. Inclua em cada despesa os valores gastos para ela em específico.

Apesar de parecer mais fácil essa etapa da planilha de gastos, muitas vezes essa é a mais difícil para as pessoas. É preciso manter disciplina e atenção para não desistir de fazer o seu controle mensal. Faça questão de dedicar 2 horas ao final do mês para preencher a sua planilha de gastos.

4. Some os valores incluídos para verificar o total de gastos

Com os valores das despesas devidamente preenchidos, visualmente já é possível ter uma noção de quais são as suas maiores e menores despesas. Mas isso não é suficiente: some o total das despesas do mês.

5. Subtraia o valor do total de gasto mensal de sua receita

Outro ponto importante é identificar o que aqueles gastos significaram para o seu orçamento mensal. Ou seja, aqueles valores totais gastos em um mês podem ter deixado o seu orçamento mensal em vermelho, ter consumido toda a sua renda, ou ter ficado abaixo da sua renda.

A renda mensal é a soma de todo rendimento gerado por você e depende da sua realidade de vida. A renda mensal costuma incluir salário, pensão, rendimentos de investimentos, valor de aluguel pago pelo inquilino, entre outros.

6. Defina objetivos a serem alcançados todos os meses

Por fim, defina objetivos específicos com a sua planilha de gastos. Quanto mais você for específico sobre o seu objetivo, você terá metas claras do que precisa ser feito para que ele se materialize e se torne realidade.

Ao invés de definir como objetivo apenas economizar dinheiro, você pode definir como objetivo depositar 150 reais todo mês na conta poupança. Dessa forma, diminui as chances de você perder o seu foco e facilita o seu objetivo de ser alcançado.

×

Por favor classifique Como fazer uma planilha de gastos