Como ganhar dinheiro na internet

10 minutes

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e, consequentemente, salários menores, muitos brasileiros buscam outras opções para fazerem a sua renda mensal. O que poucos sabem, é que a internet oferece muitas possibilidades de ganhar dinheiro, sem muitos investimentos e, ainda, com maior flexibilidade em sua rotina.

Ganhar dinheiro na internet não é apenas possível, como também é um espaço muito rentável. Assim como qualquer outro projeto, é necessário paciência, consistência e qualidade. Não há nenhuma fórmula secreta para que você comece a ganhar dinheiro na internet. O mais importante é que você comece, hoje mesmo. E, com o tempo, aprimore o seu serviço.

Fizemos uma lista de formas que você pode ganhar dinheiro na internet, algumas já bem conhecidas entre os brasileiros, outras nem tanto, mas que valem a pena de serem analisadas:

1. Criar um blog

Quem quer que já tenha acessado internet, já acessou algum blog. Não é atoa que escolhemos blog como a primeira forma de ganhar dinheiro na internet.

É através de blogs que qualquer pessoa pode começar a publicar os seus textos e, rapidamente, alcançar milhares de pessoas que estejam navegando na internet. Não há qualquer tipo de limite de assunto que você possa escolher. Alguns exemplos de assuntos abordados em blogs são: receitas, moda feminina, saúde, beleza, tecnologia, jogos, entre outros.

Se você deseja começar o blog de forma séria, é recomendado que você compre um domínio e pague por um serviço de hospedagem, ao invés de utilizar hospedagens gratuitas. Assim, o seu blog ganhará mais credibilidade e confiança dos visitantes. Escolha um nicho para o seu blog, ou seja, um assunto específico que sera abordado. Não meça esforços para manter a habitualidade e qualidade dos artigos compartilhados em seu blog.

Alcançar um número de leitores significantes, deve ser o maior objetivo para quem deseja ganhar dinheiro através de blog. O programa mais utilizado pelos blogueiros para monetizar o seus blogs é o “Google Adsense”. Através desse programa do google, o blogueiro ganha dinheiro de acordo com os cliques de seus visitantes nos anúncios do google. Este valor depende de vários fatores, podendo ser convertido em alguns centavos ou até reais.

2. Programa de afiliados

O marketing afiliado é uma das formas de marketing mais antigas do mundo. E, é claro, também pode ser feita através da internet. Atualmente, é considerado o campo mais lucrativo do marketing ao redor do mundo.

No marketing afiliado online, você indica um determinado produto ou serviço em seu site para os visitantes. A partir disso, qualquer visitante que compre esse determinado produto ou serviço, depois de ter clicado através de seu site, garante a sua comissão. Em outras palavras, tudo o que é necessário é que você faça parte de um programa de afiliado, divulgue os seus produtos, e que, algum de seus visitantes, comprem através de seu link.

Os programas afiliados podem ser encontrados no site da própria empresa. Geralmente, a informação está no rodapé no site. A melhor opção, no entanto, é fazer o cadastro grátis em plataformas que oferecem programas afiliados de diferentes empresas em um lugar só. A Lomadee, por exemplo, tem anunciates como Lojas Americanas, Submarino, Extra, Saraiva, Casas Bahia, entre muitos outros.

Escolha o produto do anunciante que esteja de acordo com o nincho de seu site, ou seja, o segmento de seu site. Uma das táticas do marketing afiliado é que você se especialize em uma produto ou serviço específico, ao invés de fazer parte de programas genéricos.

3. Ganhar dinheiro no Youtube

Atualmente, um dos sites mais acessados na internet para assistir vídeos é o Youtube. A facilidade em encontrar conteúdo sobre qualquer assunto, é o que faz com que milhares de pessoas naveguem por horas no Youtube. O que poucas pessoas sabem é que a cada vizualização e clique em anúncios dos vídeos, o dono do canal fatura dinheiro!

Um dos canais mais famosas do Brasil, é o canal do Whindersson Nunes, que conta com mais mais de 20 milhões de escritos no Youtube. A estimativa é que o comediante fature entre 27 a 400 mil reais por mês. Apesar de poucas pessoas alcançarem fortunas através do youtube, é possível que você consiga faturar dinheiro para complementar a sua renda. Após habilitar a opção por monetização em sua conta, você permitirá que o youtube coloque anúnciso em seus vídeos, e você ganhe dinheiro com isso.

Para começar o seu canal no youtube, você apenas precisa se cadastrar e começar a enviar vídeos. O que faz a diferença é que você poste conteúdo com qualidade e habitualmente. O que há em comum entre os canais mais famosos do youtube é que eles postam para um público alvo. Quanto mais os seus vídeos forem sobre um assunto específicos, melhor será para o se canal alcançar o público alvo e mais inscritos.

4. Criar um aplicativo

Já parou para pensar em quantos aplicativos você tem em seu celular? Aplicativos já fazem parte do dia-a-dia de muitos brasileiros, seja para gerenciar as finanças, encontrar passagens aéreas mais baratas, aprender a meditar, chamar um taxi, entre outros.

Apesar de ser necessário que você tenha um conhecimento técnico em programação para criar um aplicativo, hoje em dia há ferramentas que ajudam você a criar um aplicativo sem ser um expert em ciências de computação, e grandes investimentos. Além disso, contratar um programador freelancer não é mais tão caro em comparação com alguns anos atrás, podendo custar por volta de R$20 a R$50 por hora, em alguns sites.

Após criar o seu próprio aplicativo, você pode começar a ganhar dinheiro de diversas formas. É possível que você cobre um valor para que os usuários façam o download de seu aplicativo, em lojas como o Google Play e Apple Store. A mais comum, no entanto, são aplicativos gratuitos para download e que vendem seus produtos/serviços através dele. Ou, ainda, oferecer uma versão premium com mais recursos para quem pague pelo serviço.

5. Vender curso online

Antes era difícil imaginar que podíamos aprender uma nova habilidade ou fazer um curso sem sair de casa. O que era inimaginável há algumas década atrás, vem crescendo cada vez mais forte durante os anos. A acessibilidade e flexibilidade de aprender algo por meio do computador, sem precisar sair de casa, fez com que cursos online se tornassem tão procurados.

Independente de qual seja a sua especialidade, você pode ganhar dinheiro vendendo o seu curso online. Pesquise o que as pessoas mais procuram sobre a sua especialidade, e comece a planejar o conteúdo de seu curso. É necessário investimento para que o seu curso seja atrativo para os estudantes com uma boa qualidade técnica também. Não subestime a qualidade do som e da imagem, mas não deixe que isso te impeça de começar a produzir o seu curso.

Para alcançar seus potenciais estudantes, você precisa publicar o seu curso em alguma plataforma. Você pode fazer o marketing de seu curso em seu próprio blog, por exemplo. Ou, utilizar plataformas como a Hotmart, a qual facilita o processo de publicação de seu conteúdo, bem como a gestão de vendas.

6. Lista de email

Não despreze a famosa lista de e-mail de leitores em seu site ou blog. Essa ferramenta foi muito utilizada como estratégia de marketing no começo da internet, mas ainda continua sendo uma boa opção para ganhar dinheiro na internet.

Caso você já tenha um blog ou website de seus serviços ou produtos, você deve coletar o email de seus leitores.
Através da lista de email, você poderá, por exemlo, promover o seu site, fazer parcerias e divulgar produtos. Há diferentes formas de monetizar a sua lista de email, sendo esses exemplos apenas os objetivos mais comuns. Além disso, após ter uma lista de email, você terá mais facilidade de alcançar possíveis clientes.

Para conseguir fazer a sua primeira lista de email, você pode utilizar táticas para chamar atenção dos visitantes e tornarem eles interessados em colocarem o seu email. Dependendo de qual é o nicho de seu blog ou website, você pode dar acesso especial a conteúdos de seu blog, vídeos, cursos, e pdfs para quem se inscrever.

7. Escrever artigos para sites

Hoje em dia, em poucos segundos, você pode pesquisar sobre um assunto e achar diferentes respostas sobre ele. Não é atoa que vivemos a época da informação. A cada segundo novos conhecimentos estão disponíveis para consumirmos. E, justamente por isso, websites ou blogs precisam de pessoas para escreverem os seus artigos diariamente.

Não pense que você precisa ter cursado um determinado curso na graduação ou ter experiência como redator para escrever artigos online. O primordial é que você escreva português corretamente, obdecendo as suas regras gramaticais, e que você seja bom em pesquisar sobre diferentes assuntos. Se você se enquadra nesse perfil, você pode começar a ganhar dinheiro na internet escrevendo artigos para blogs.

Com um notebook e acesso a internet, você pode começar ainda hoje. Geralmente, os freelancers de conteúdo ganham dinheiro de acordo com a quantidade de palavras escritas. Dependendo de sua facilidade em escrever e sobre o assunto abordado, você pode finalizar mais de 4 artigos em apenas um dia. Imagine o quanto você pode faturar em apenas um mês, sem sair de casa!

8. Ser coaching

Coaching, sem dúvidas, é a carreira mais popular de 2016, e ainda continua em alta. Mas, afinal, o que é coaching?

O serviço de coaching, basicamente, oferece apoio para indivíduos obterem resultados rápidos e efetivos em um determinado objetivo. O “coach”, como é chamado o profissional que oferece o serviço, auxilia o indivíduo em sessões com exercícios, dicas, e estratégias. Não há limites para o serviço de coaching, podendo ser utilizando em diversas áreas da vida do indivíduo, como carreira, finanças, emagrecimento, entre outras.

No Brasil, ainda não há normas que regulam a atividade de coach, como em outros países. No entanto, já é possível encontrar cursos de coaching, o qual servem como preparação para que você aprenda como ajudar outras pessoas. Não há qualquer requerimento para ser coaching e, muito menos, é necessário que você seja um especialista na área escolhida. Apenas escolha a área que você mais se interessa em aprender!

As sessões de coach podem ser oferecidas online, podendo ter os seus serviços divulgados através das mídias sociais, como instagram, facebook, blogs.

9. Ensinar línguas estrangeiras online

Atualmente, aprender uma nova língua não é mais um diferencial no mercado de trabalho, mas, sim, um pré-requisito solicitado por muitas empresas.

É por isso que pessoas de todas as idades, e até mesmo quem já está inserido no mercado de trabalho, procuram por aulas de inglês. No entanto, frequentar aula em um curso presencial nem sempre é a opção mais atrativa, fazendo com que muitos procurem por aulas de inglês online. A demanda pela oferta de cursos através da internet é alta, abrangendo desde iniciantes até mesmo estrangeiros que desejam aperfeiçoar o idioma português.

Oferecer aulas online é uma boa opção para quem dá aulas de línguas estrangeiras. Muitas pessoas procuram por professores que dêem aula através do skype, um programa de vídeo conferência. O que garante maior flexibilidade para quem não tem tempo livre, ou que procura por aulas personalizadas. O valor das aulas dependerá de quantos dias por semana e quantas horas dura cada sessão. Ainda, é possível que você venda um material personalizado para o cliente acompanhar, também podendo ser cobrado.

10. Vender fotos online

Já pensou em transformar o seu hobbie em tirar fotografias como uma nova forma de ganhar dinheiro? Antigamente, apenas fotógrafos profissionais conseguiam ter meios para venderem as suas fotos, mas isso mudou drasticamente com a internet. Hoje em dia, qualquer pessoa pode começar a vender as suas fotos através de sites dedicados a compra e venda de fotos.

Tudo funciona da seguinte maneira: nessas agências de fotografia virtal, você pode comprar fotografias, adicionado elas num carrinho, assim como em uma loja virtual. Alguns sites permitem até que você compre vetores, vídeos, animações, entre outros produtos. Cada agência de fotografia online têm as suas próprias características e requerimentos para que você possa adicionar produtos. Por isso, não deixe de verificar a FAQ no site escolhido.

As agências virtuais mais populares para iniciantes são a BigStock, iStockPhoto e a Dreamtime. Em todas elas é possível fazer o cadastrato gratuitamente de forma rápida e fácil. Entretanto, a Dreamtime é mais rigorosa com a seleção de fotos divulgadas em seu site, passando cada foto enviada por um processo de aprovação antes de serem divulgadas.

11. Abrir uma loja online

A crise econômica no Brasil afetou diretamente os pequenos e médios emprésarios, resultando em muitos negócios entrando em falência ou fechando as portas. A boa notícia é que há uma forma de você continuar e, até mesmo, começar o seu próprio negócio, com menos custo para o seu bolso. Essa solução é o comércio online!

Para abrir a sua loja online, você precisa escolher uma plataforma e-commerce com um bom design e, o mais importante, segura para que os seus clientes realizem os pagamentos. Após isso, encontre um bom segmento no mercado, ou seja, um nicho que exista demanda. No entanto, não perca tempo procurando pelo melhor nicho, uma vez que cada um tem as suas vantagens e desvantagens.

O que leva muitos brasileiros a comprarem produtos online é o preço mais em conta. Em poucos minutos, o internauta pode entrar em outras lojas virtuais com o mesmo segmento para comparar o preço. E, frequentemente, escolhem a loja em que o produto é mais barato. Por isso, os seus produtos precisam ter um preço competitivo para que atraia mais clientes, sem que afete negativamente a sua margem de lucro.

12. Consultoria online

Abrir uma agência de consultoria online talvez nunca tenha passado em sua mente. Mas, desde que você seja expert, ou seja, especialista em algum assunto, você está apto para oferecer os seus serviços online. O maior benefício de oferecer consultoria online é que os serviços vão ser oferecidos remotamente para os seus clientes, sem você precisar sair de casa.

Enquanto a consultoria em uma agência física pode aumentar a sua dor de cabeça e também pesar em seu bolso, a consultoria online, não. Para começar uma consultoria online, não é necessário muito investimento financeiro. Uma computador e uma boa conexão de internet já são suficientes para que você possa exercer a sua profissão. O custo com eletricidade, água, hospedagem, combustível, alimentação, entre outros custos comuns na consultoria presencial, não estão presentes na consultoria online.

O primeiro passo é que você defina a sua área de atuação como consultor online. Leve em consideração as suas experiências anteriores, conhecimento e a sua paixão pelo assunto. Não desanime pelo fato do mercado estar cheio de consultores online. A qualidade dos serviços muitas vezes é baixa, o que contribui para que profissionais qualificados se destaquem.