Guias Financeiros

Como investir em ações no exterior

Investir em ações no exterior não necessariamente significa burocracia e remessa de recursos para o exterior.

Há opções de ativos no mercado que permitem que você invista em ações do exterior, diversificando a sua carteira, sem aumentar significativamente o risco do investimento. 

Dependendo do seu perfil de investidor e seu objetivo, você pode optar por alternativas que não dependem de criação de uma conta no exterior, não precisando se preocupar com o pagamento de tributos e taxas internacionais. 

Passo 1

Fundo de Investimentos

O Fundo de Investimentos é uma opção acessível para quem deseja começar a investir em ações no exterior. Você não precisará transferir dinheiro ao exterior, e muito menos precisará ter conhecimento especializado sobre o assunto.

A gestão dos investimentos será feita por um gestor profissional com experiência e conhecimento técnico para tomar decisões.  Há fundos para perfis diferentes de investidores com exigências de aplicações baixas até mais altas. 

Uma das maiores características dos fundos é a diversificação da carteira com diferentes ativos, inclusive ativos estrangeiros, sem precisar desembolsar altos valores em dinheiro.

Se você já possui cota em um fundo de investimento, é provável que a sua carteira já possua ativos no exterior. O percentual de de ativos do exterior investidos no fundo dependerá de qual tipo de fundo você participa. 

Passo 2

COE – Certificados de Operações Estruturadas

O COE (Certificados de Operações Estruturadas) é um produto financeiro que equilibra a previsibilidade dos investimentos de renda fixa e o possibilidade de grandes ganhos de rendas variáveis. Além dessa combinação vantajosa, você ainda tem acesso a variados ativos internacionais.

Esse é uma boa opção de investimento para quem deseja diversificar a carteira com ativos internacionais sem precisar abrir conta internacional, e sem a exposição a grandes riscos. 

O valor mínimo exigido para investir em um COE depende da estratégia do produto, uma vez que a rentabilidade e risco mudam de acordo com a distribuição de capital entre ativos de renda fixa e variável. 

Passo 3

BDRs – Brazilian Depositary Receipts

Brazilian Depositary Receipts (BDRs) são certificados emitidos no Brasil que representam valores mobiliários de ações estrangeiras. É uma forma de diversificar sua carteira com ações estrangeiras sem abrir conta internacional, e se preocupar com burocracias na língua de origem do ativo.

Esses ativos são negociados através da instituição depositária, localizada no Brasil, responsável pela compra e cancelamento da ação de empresa estrangeira junto à B3. O valor mobiliário correspondente a esse papel permanece depositado em uma instituição custodiante no exterior. 

Ao investir na BDRs, você adquirir o valor mobiliário que aquela ação representa, e não diretamente a ação daquela empresa. 

É necessário que você possua uma conta em uma corretora de valores para conseguir comprar uma BDRs. 

Passo 4

ETFs – Exchange Traded Funds

ETFs, mais conhecido como fundo de índices, é um investimento ainda não tão popular no Brasil. Esse ativo é semelhante ao fundo de investimento, mas possui características especiais: são negociados no pregão da bolsa e vinculados a um índice de referência. 

A vantagem de possuir uma cota no ETFs é a diversificação de ativos em apenas um investimento. É uma forma mais fácil de investir em ações estrangeiras diminuindo o risco da carteira, e contando com um gestor. 

Passo 5

Abrir uma conta no exterior

Essa opção é mais recomendada para quem vai passar um período longo ou se mudar para o país respectivo. Abrir uma conta no exterior possibilita que você faça investimentos no país respectivo.

Abrir uma conta no exterior é mais fácil do que a maioria imagina. Você precisará dos seguintes documentos: cópia autenticada do passaporte, comprovante de endereço, comprovante de renda, CPF, RG. 

O que pode dificultar a abertura de conta é você não possuir a comprovação de um endereço residencial/comercial no país que tenta abrir uma conta. 

Uma advogada que se interessou pelo mundo das finanças e decidiu ajudar as pessoas a organizarem as suas vidas financeiras.

Compartilhe em
Read Icon75 reads
Última atualização: julho 8, 2021