O que fazer com o 13º salário

2 minutes

Saber o que fazer com o pagamento do 13° salário é importante para sair das dívidas e reorganizar a vida financeira. Entretanto, é comum que a maioria das pessoas se sintam perdidas em como utilizar o 13° de forma adequada para iniciar o ano seguinte sem estar no vermelho.

O momento mais esperado pelo trabalhador no final do ano é o recebimento do décimo terceiro salário. Com as festividades de final de ano, Natal e Ano Novo, o 13° aparece como uma boa solução para esses gastos extras e até mesmo para presentear a si mesmo. Mas, na verdade, esse dinheiro pode ser a solução para quem se encontra endividado e quer melhorar a sua vida financeira.

Dependendo de como está a sua situação financeira atual, esse dinheiro pode ser utilizado de formas diferentes para te ajudar financeiramente. Primeiramente, defina como está a sua vida financeira e quais estão sendo as suas maiores necessidades no momento. Começar o ano com novas atitudes financeiras e com o planejamento adequado refletem durante o restante do ano.

1. Quitar as dívidas contraídas com o 13° salário

De acordo com o CNC, o endividamento de brasileiros cresce no mês de novembro. Apenas no último mês, o número de pessoas que se endividaram por conta do uso do cartão de crédito e cheque especial alcançou 65%. Nesse fim do ano, com a chegada de datas comemorativas, muitos optam por contrair mais dívidas.

A opção mais recomendada para quem contraiu dívidas durante o ano e ainda não quitou o pagamento, é utilizar o 13° salário para pagar as parcelas em atraso ou sair do endividamento. Ainda que seja tentador fazer compras no fim do ano, é necessário que os gastos estejam dentro previsto em seu orçamento financeiro e agrave mais ainda a sua situação financeira para o ano seguinte.

2. Fazer uma reserva de emergência com o 13°

O empréstimo pessoal é uma boa alternativa diante de uma emergência, imprevistos, e necessidades pessoais para quem não possua uma reserva de dinheiro. No entanto, fazer empréstimos sem o adequado planejamento financeiro é uma das maiores causas de endividamento devido às altas taxas de juros.

Ter uma reserva de dinheiro destinada para imprevistos oferece maior segurança financeira e evita endividamento de contratos de empréstimos que não sejam vantajosos para o seu momento financeiro. Separe ao menos 50% do valor do seu décimo terceiro para começar a juntar dinheiro para fim de reserva.

3. Priorizar pagamentos à vista com o 13°

Quando compramos um produto ou serviço por meio do cartão de crédito, o valor total do que compramos se torna mais alto do que você teria gastado ao comprar à vista. No meio de tantas celebrações, é recomendado evitar contrair mais dívidas através de crédito, e dar prioridade em comprar o necessário à vista com o 13 salário.

Além disso, o início do ano costuma ser ainda mais oneroso para o bolso dos brasileiros, por conta da necessidade de gastos de dinheiro com material escolar, taxas de matrícula, seguros. O décimo terceiro salário pode ser utilizado para auxiliar no pagamento dessas necessidades, evitando que você recorra ao crédito e inicie o ano contraindo dívidas.

×

Por favor classifique O que fazer com o 13º salário