Coronavírus: qual é o risco de contaminação por encomenda?

  • janeiro 31, 2020
  • 1 min read
  • 1641 lê

As notícias da epidemia do coronavírus na China trouxe à tona diversos questionamentos e preocupações no mundo, e uma das principais é: seria possível a contaminação através de encomendas de procedência chinesa?

Sites chineses como Aliexpress, Wish e Alibaba, se tornaram populares entre os brasileiros por conta dos preços baixos e diversidades de produtos. O lado negativo de fazer compras online diretamente da China é a demora da chegada da encomenda. Mas essa demora de chegada do produto no Brasil, não afasta os consumidores de comprarem através desses sites.

A partir do início da divulgação em noticiários acerca do coronavírus na China, muitos consumidores brasileiros se questionaram da possibilidade de se infectarem a partir das encomendas que vem diretamente da China. O medo de contaminação através do pacote do produto foi compartilhado entre internautas, mas a boa notícia é que isso não é possível.

Especialistas descartam a contaminação por encomenda

Apesar do coronavírus ainda ser um vírus em estudo, com relativamente poucas informações já coletadas, os especialistas descartam qualquer possibilidade de contaminação através de produtos inorgânicos, ou seja, sapatos, roupas, acessórios. Ainda que aconteça essa contaminação nesses objetos, o vírus não resisti fora de um organismo por muitos dias.

Produtos orgânicos provenientes da China devem ser evitados

Como citado acima, uma encomenda da China demora em média entre 60-90 dias para chegar no Brasil. Essa demora da entrega garante que até a chegada o vírus não apresenta risco ao consumidor desde que seja de um produto inorgânico. No entanto, os produtos orgânicos, como plantas, sementes e animais, é recomendado ser evitado, pois pode apresentar risco de contaminação.

O que é o coronavírus?

A OMS atribuiu o novo coronavírus o status de emergência de saúde pública de interesse internacional. O surgimento do coronavírus foi constatado no dia 31 de dezembro de 2019 na cidade de Wuhan, na China. Ainda não foi identificado o principal vetor de contaminação, mas suspeita-se que o possível transmissor para os humanos seja cobra.

Como ocorre a transmissão do coronavírus?

A transmissão do coronavírus é feita através do contato com animais silvestres, seja através de um alimento contaminado sem o devido preparo ou até no próprio manuseio desse alimento. Por sua vez, o contágio através de seres humanos é por meio das vias respiratórias, ou seja através de uma tosse ou espirro.

O que fazer para se prevenir do coronavírus?

As recomendações de prevenção de contaminação é manter as mãos higienizadas, cozinhar bem os alimentos e cobrir a boca ao espirrar.

Autor Mariana Braga Dias

Uma advogada que se interessou pelo mundo das finanças e decidiu ajudar as pessoas a organizarem as suas vidas financeiras.

Compartilhe em
1641 lê
Publicado: janeiro 31, 2020
(Última atualização: abril 17, 2020)

Explore nossas seções