Quanto economizar para comprar um imóvel?

2 minutos

O sonho de comprar a casa própria pode parecer distante, mas com um planejamento financeiro é possível economizar para comprar um imóvel. Há diversas opções no mercado imobiliário para financiamentos, o que torna as taxas de juros mais baixas para o consumidor. Entretanto, é um passo importante juntar dinheiro antes de solicitar um financiamento de imóvel.

Nesse artigo vamos te oferecer dicas para que você descubra o quanto você precisa economizar para comprar um imóvel. Esse valor depende de variáveis como, por exemplo, a sua renda mensal, o valor do imóvel, o quanto o financiamento vai cobrir.

1. Defina o valor do imóvel que quer comprar

Para alcançarmos uma meta, é necessário em primeiro lugar definirmos um objetivo. Nessa situação, quem deseja comprar uma casa própria, deve estabelecer qual o valor do imóvel que pretende comprar. Os valores dos imóveis mudam de acordo com a econômia, oferta/procura de consumidores e o padrão de vida do local em que ele se encontra.

Faça uma pesquisa do valor médio dos imóveis na localidade e condições que você está procurando. Por exemplo, um apartamento com dois quartos é mais caro do que um quitinete. Assim como, uma casa em um bairro considerado de classe média alta, vai ser mais oneroso que uma casa em um bairro de classe média baixa.

Após ter uma noção da média cobrada pelo mercado imobiliário do tipo de imóvel que você deseja, defina a metade de juntar entre 20% a 30% do valor do imóvel.

2. Mantenha o pagamento de suas contas em dia

Antes de uma instituição financeira liberar um financiamento de imóvel, ela faz uma análise de crédito do cliente. Essa análise feita pelo banco é uma forma de garantir que aquele cliente tem condições de cumprir as suas obrigações. Afinal, a instituição financeira não quer sofrer prejuízos por conta de um cliente inadimplente.

Na análise de crédito, o banco vai levar em conta a sua renda mensal, seu perfil de crédito, possíveis restrições ao crédito, e seus dados cadastrais. O chamado “Score de crédito” é uma pontuação variável que reflete o relacionamento financeiro entre o cliente e o mercado. Isto significa, por exemplo, que um cliente que costuma pagar os seus boletos antes da data do vencimento tem um score maior do que um cliente que frequentemente paga suas dívidas atrasados.

Faça esforço em manter o pagamento de suas dívidas em dia, assim você garante ser aceito em financiamento, bem como ser oferecido taxa de juros mais baixas pelos bancos.

3. Estipule qual é o valor da sua renda mensal

A maioria dos brasileiros não são acostumados a terem um controle do seu orçamento financeiro, o que reflete nos altos índices de endividamento no Brasil. Há uma lógica simples que é deixada de lado muitas vezes: não há como retirar mais do que tem. Ou seja, não há como você pagar as suas dívidas se elas são maiores do que a sua renda mensal.

A renda mensal deve ser calculada com a soma de todos os seus rendimentos. Você deve incluir o valor do seu salário mensal, rendimento com aluguel, investimentos, e qualquer outro tipo de renda extra que você faça de modo contínuo.

Vale ressaltar que não podemos confundir a salário mensal bruto e o salário mensal líquido. Faça o cálculo da sua renda mensal focando no valor líquido, ou seja, aquele rendimento que efetivamente você recebe com os descontos de impostos de renda, INSS, convênio médico, etc.

×

Por favor classifique Quanto economizar para comprar um imóvel?