Saque de R$ 1.045,00 do FGTS: entenda como funciona!

1 minute

O saque emergencial do FGTS é uma das medidas adotadas pelo governo federal para minimizar os efeitos negativos na vida financeira de brasileiros gerado pela pandemia de coronavírus. Esse benefício permite que trabalhadores saquem até R$1.045 de acordo com o saldo da sua conta do FGTS.

Devido a crise econômica gerada pela pandemia do Covid-19, o governo federal tem adotado medidas emergenciais para diminuir o impacto financeiro causado na vida de diversos brasileiros. Além de medidas como o auxílio emergencial, foi anunciada o saque emergencial de R$1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Por meio da Medida Provisória 946, o governo anunciou uma nova rodada de saque imediato do FGTS. Entretanto, os detalhes sobre o calendário dos pagamentos e como o trabalhador deve sacar ainda não foi divulgado É previsto que a Caixa Econômica Federal anuncie o calendário com as datas de liberação do saque semana que vem, início do mês de março.

De acordo com a MP, o trabalhador terá o prazo entre 15 de junho a 31 de dezembro desse ano para realizar o saque emergencial. Todos os trabalhadores que constarem com até R$1045 de FGTS em sua conta ativa ou inativa terá direito de sacar até esse limite. A conta inativa é referente ao seu saldo na conta do emprego atual, e a conta negativa corresponde ao saldo de FGTS de empregos anteriores.

Vale lembrar que não deve ser confundido as cotas do fundo PIS/Pasep com o abono salarial do PIS/Pasep. A maior diferença entre ambos é que o abano salarial do PIS/Pasep é um benefício pago todos os anos para determinados trabalhadores que se enquadram em seus requisitos.

Comentários (0)

 

Adicionar comentário

×

Por favor classifique Saque de R$ 1.045,00 do FGTS: entenda como funciona!