Seguro de vida

O seguro de vida garante a proteção da estabilidade financeira de sua família na hipótese de uma situação inesperada ou imprevista acontecer com o segurado.

Não importa quanto tempo dedicamos planejando o futuro, o dia de amanhã é ainda incerto. No entanto, apesar de não podermos prever um incidente em nossa vida, nós podemos nos preparar para diminuir o impacto negativo dessa situação no bem-estar de nossa família. O seguro de vida é ideal para quem se preocupa com a estabilidade financeira da família na ocorrência uma situação inesperada como morte ou doença grave.

Em nosso guia explicaremos como o seguro de vida funciona e tudo o que você precisa saber antes de contratar o serviço de seguro de vida. Assim, você poderá se preparar para o futuro, sem se preocupar na possibilidade da sua família passar por dificuldades financeiras.

O que é seguro de vida?

O seguro de vida é um serviço que garante o pagamento de uma indenização na ocorrência das situações cobertas no contrato. Esse serviço tem como objetivo diminuir o prejuízo financeiro que pode inflingir as pessoas próximas do segurado em uma situação inesperada. O seguro é acionado em hipóteses de fatalidade ou incidentes ao segurado.

Assim como o o nome sugere, o seguro de vida é uma forma de proteção das perdas financeiras relacionadas ao comprometimento da integridade física do segurado. Normalmente, um dos integrantes da família tem o papel fundamental de sustentar a casa, o que pode gerar necessidade aos seus dependentes na hipótese de sua falta.

O seguro de vida pode incluir uma ou mais pessoas, e as hipóteses em que pode ser acionado variam de acordo com a cobertura escolhida. É primordial que o indivíduo pesquise e compare o serviço de seguro de vida em diferentes seguradoras para encontrar o melhor custo-benefício. O plano contratado deve prever as situações inesperadas que mais preocupam o segurado.

Após contratar o plano de seguro de vida ideal para o seu bolso e cotidiano de vida, os dependentes de família estarão protegidos financeiramente na ocorrência de algo inesperado com o segurado. O que poderia causar estresse e grande prejuízo financeiro, poderá ser tratado com estabilidade financeira.

Como o seguro de vida funciona?

Seguros são contratos firmados por duas partes, na qual uma parte, no caso o segurador, se obriga a indenizar a outra parte, o segurado, na ocorrência de um determinado evento futuro. O seguro de vida, assim como o nome sugere, prevê hipóteses de fatalidade e acidente com o segurado, como sua morte ou doença grave, para indenizar os beneficiários. A cobertura obrigatório do seguro de vida é o risco da morte, as outras hipóteses podem ou não serem previstas.

Na apólice do seguro de vida é estabelecido todos os detalhes da obrigação, como direitos e deveres, cobertura, valor do prêmio, entre outras coisas. Antes de contratar um plano de seguro, o segurado deve se informar sobre os detalhes da cobertura, ou seja, das situações que geram a obrigação de indenizar para a segurador. A falta de previsão de uma situação na cobertura dispensa a seguradora de pagar indenização.

Uma dúvida comum entre as pessoas sobre o seguro de vida é quem recebe a indenização do seguro. Os beneficiários dao seguro são as pessoas que receberão a indenização da seguradora. O contratante pode indicar quem quiser como beneficiário, não se limitando apenas aos membros de sua família. Também é possível que o contratante subtituta os beneficiários do seguro por outros enquanto estiver pagando pelo serviço.

Sinistro é o termo utilizado para descrever a situação que desencadeia o adoecimento ou falecimento do segurado. O sinistro pode ser um acidente de carro, latrocínio, diagnóstico de câncer, etc. Ou seja, o sinistro é um acontecimento já previsto no contrato sofrido pelo segurado, chamado de sinistrado. A partir do sinistro e do acionamento do seguro, o segurado ou seus beneficiários tem o direito de receber a indenização do segurador.

O valor pago mensalmente pelo contratado é chamado de “prêmio”. O montante recebido pela seguradora ao decorrer dos meses são reservados para o pagamento da indenização. Em outras palavras, o prêmio é o preço do serviço do seguro. Como falamos anteriormente, dependendo do risco do segurador, como idade, profissão, saúde física, e cobertura, o preço do seguro pode ser mais alto ou mais baixo.

Como fazer um seguro de vida?

Fazer um seguro de vida é um passo na direção da proteção da estabilidade financeira das pessoas próximas a você. Contratar um plano de seguro de vida não é complicado como pode parecer, mas é necessário ser feito com atenção e tomada precauções. Assim como qualquer serviço contratado, é essencial que você saiba o que ele oferece e a credibilidade da seguradora.

Fizemos uma lista de passo-a-passo sobre como fazer um seguro de vida. Vejamos:

  1. Entenda o que é seguro de vida: Antes de contratar qualquer serviço é importante que você entenda o que o serviço está oferecendo e a sua utilidade. Ler sobre como funciona o seguro de vida é o primeiro passo para que você decida contratá-lo e para escolher qual o melhor seguro de vida para você.
  2. Compare diferentes seguradoras: Faça uma pesquisa entre os seus conhecidos e na internet para comparar o preço dos planos de seguro em diferentes seguradoras. Também pesquise a experiência dos usuários para saber se é uma seguradora confiável. A comparação antes de decidir contratar um seguro garante uma boa experiência e economiza dinheiro.
  3. Verifique a cobertura do seguro: A cobertura do seguro é a garantia de indenização em determinadas situações previstas no contrato. Por exemplo, algumas coberturas de seguro de vida podem incluir acidentes domésticos, enquanto outras não. É primordial se informar sobre quais eventos são previstos no contrato para não ficar no prejuízo.
  4. Escolha os beneficiários: Depois de decidir o plano de seguro de vida que mais se adequa as suas expectativas e dinheiro, você deverá escolher os beneficiários do seguro. Os beneficiários são as pessoas que vão receber a indenização quando o sinistro acontecer. Vale ressaltar que os beneficiários não necessitam ser da família, podendo também ser escolhido conhecidos.
  5. Assine o contrato: Leia o contrato do seguro com atenção antes de assiná-lo. Lembre-se que um contrato prevê direitos e deveres para ambas as partes. Se informe quais são os seus deveres como contratante. Não deixe de tirar todas as suas dúvidas acerca do contrato e analisar atentamente as suas cláusulas. Assine o contrato quando se sentir confiante sobre o plano contratado.
  6. Pague o valor mensal: No contrato estará estipulado o valor mensal que deverá ser pago pelo segurado para a seguradora. O pagamento desse serviço também é chamado de “prêmio”. Basicamente, o prêmio será recebido pela seguradora e reservado para cobrir uma possível indenização futura.

Qual é o melhor seguro de vida?

A primeira pergunta de quem se interessa em contratar um seguro de vida é qual o melhor seguro no mercado. Apesar de certas características serem comuns nos melhores seguros, a resposta vai depender do serviço que o indivíduo espera receber e o valor que está disposto a pagar. Esses fatores devem ser levados em consideração na escolha do seguro de vida.

Devem ser analisados os seguintes aspectos para escolher o melhor seguro de vida para você:

  • Idade do segurado
  • Cobertura básica
  • Cobertura complementar
  • Cotação do seguro
  • Boa reputação entre os clientes

Sobre o autor

Receba as novidades de Financer.com

Siga a gente nas redes sociais