Como consultar se tenho saldo no PIS?

  • outubro 27, 2022
  • 1 minutos de leitura
  • Read Icon1087 lido

De acordo com a Caixa Econômica Federal, aproximadamente dez milhões de brasileiros ainda não sacaram o rendimento de sua cota do PIS. Faz jus a esse benefício quem tiver idade superior a 60 anos ou ser aposentado, e ter trabalhado com carteira assinada durante 1971 e 1988. Atualmente, o saque do PIS está liberado desde julho de 2019 por tempo indeterminado.

O saque pode ser feito a qualquer momento pelo beneficiário. Segundo a Caixa Econômica Federal, há ainda cerca de 22 bilhões de reais nos fundos do governo de valores do PIS ainda não sacados. Alguns beneficiários chegam a ter mais de 15 mil reais de saldo em sua conta, mas ainda não foram buscar.

Como consultar se tenho dinheiro no PIS?

Apenas se enquadra nesse direito a receber sua cota, quem trabalhou de carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Esse benefício está disponível para todos esses trabalhadores que ainda não sacaram o seu rendimento, ou já faleceram e seus dependentes ainda não retiraram a sua cota.

É possível verificar se você tem dinheiro no PIS em uma própria agência da Caixa, site do banco, terminais de auto atendimento ou pelo seu aplicativo “Caixa trabalhador”.

Para verificar o saldo, e necessário o número do CPF ou número do NIS do cotista. Essa informação pode ser encontrada no Cartão do Cidadão, Carteira de Trabalho antiga, extrato do FGTS, ou na nova Carteira de Trabalho na página de identificação

Como sacar o dinheiro do PIS?

O pagamento do rendimento do PIS é feito somente pela Caixa Econômica Federal. O cotista pode receber o seu valor através de crédito em conta na Caixa, por meio do Cartão Cidadão, Caixa Aqui, ou agências do banco.

Se o cotista já for falecido, os seus dependentes deverão apresentar a certidão de dependente do INSS ao solicitar o saque na Caixa.

Não deixe seu dinheiro parado e consulte se você tem algum valor do PIS para receber. Essa pode ser uma ótima opção para quitar dívidas, começar um negócio online ou mesmo investir na sua reserva de emergência.

Ficou com dúvidas? Pergunte nos comentários!

Esse artigo foi útil?

Seja o primeiro a dar feedback

Uma advogada que se interessou pelo mundo das finanças e decidiu ajudar as pessoas a organizarem as suas vidas financeiras.

Compartilhe em
Read Icon1087 lido

Explore nossas seções